RS: começa produção de fertilizante orgânico usando resíduo de couro
 
 
     Portão/RS - O que até hoje vinha sendo um problema ambiental, agora passa a ser um benefício para a produção de alimentos. O início das atividades da Ilsa Brasil gera uma mudança radical na imagem da indústria coureira do país, porque os resíduos de couro, até aqui uma ameaça ao meio-ambiente, serão transformados em adubo que ajudará na produção de alimentos orgânicos.
     A Ilsa Spa iniciou as suas atividades em Verona, em 1956. Em 1979, se transferiu para Arzignano, no coração do distrito curtidor mais importante do mundo. Isto facilitou o desenvolvimento de uma parceria para o desenvolvimento da tecnologia para a transformação de resíduos de couro em fertilizantes orgânicos, muito valorizados, especialmente na Europa. A missão da empresa é produzir e desenvolver adubos nitrogenados com elevada eficiência nutritiva para a agricultura biológica e especializada.
      Em 2008, a Ilsa exportou seus produtos para 31 países de cinco continentes. É líder na Itália na produção de adubo orgânico, graças a muito investimento em tecnologia. Do faturamento total da empresa, 8% é destinado para a área de P&D. Na Itália, a capacidade de processamento é de 60 mil toneladas/ano, gerando a produção de 34 mil toneladas/ano de adubo orgânico e 62 mil toneladas/ano de adubo organo-mineral.
      Esta bagagem está vindo para o Brasil, com o início das atividades da Ilsa Brasil, cuja unidade produtiva, em Portão, está iniciando as suas operações. A Ilsa Brasil é uma empresa com capital ítalo-brasileiro, constituída em 2008. O foco do investimento da Ilsa no Brasil é oferecer uma alternativa de eliminar o passivo ambiental gerado pelos resíduos de couro curtido, produzindo adubos nitrogenados com elevada eficiência nutritiva para a agricultura biológica.
      A unidade de Portão tem capacidade instalada para processar 35 mil toneladas/ano de resíduos, para produzir 20 mil toneladas/ano de adubo orgânico. Isto significa condição de receber todo o resíduo dos setores de couro e de calçados do Rio Grande do Sul, resolvendo o problema de passivo ambiental das empresas fornecedoras.
     A Ilsa Brasil já está recebendo resíduos de indústrias de couro e calçados. Contatos podem ser mantidos pelo fone 51 2102 6565 ou pelo e-mail: ilsa@ilsabrasil.com.br

Fonte: Assessoria de Comunicação - www.paginarural.com.br
www.paginarural.com.br